Alexandre Santini

Fundador e Docente da Escola de Políticas Culturais – Gestor Cultural, Dramaturgo e Escritor, Mestre em Cultura e Territorialidades pela UFF e Bacharel em Artes Cênicas com habilitação em Teoria do Teatro pela UNIRIO. Foi Diretor de Cidadania e Diversidade Cultural no Ministério da Cultura – 2015 e 2016. Atualmente dirige o Teatro Popular Oscar Niemeyer. Autor do Livro Cultura Viva Comunitária: Políticas Culturais no Brasil e na América Latina, com edições em português e espanhol. Foi um dos formuladores da Lei Aldir Blanc e um dos coordenadores  da Articulação Nacional de Emergência Cultural. É Professor convidado no Curso de Pós Graduação Internacional em Políticas Culturais de Base Comunitária da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO) – Argentina, e do Mestrado em Gestão Cultural e Políticas Culturais da Universidade Andina Simón Bolívar – Equador.  

Contribuiu ativamente para a construção e difusão do conceito de Cultura Viva Comunitária na América Latina, organizando e participando de encontros, seminários e conferências em países como Argentina, Bolívia, Chile, Uruguai, Peru, Equador, Colômbia, México, Guatemala, Nicarágua e Costa Rica.