Márcio Caires

Fundador, Coordenação Pedagógica/Articulação Cultural e Docente da Escola de Políticas Culturais – graduado em administração (UCSal/Ba), pós graduado em antropologia e mestrando em Ciências Ambientais pela UEFS. Membro do Grupo de Articulação Nacional da Lei de Emergência Cultural, foi presidente do Conselho Estadual de Cultura do Estado da Bahia, presidente do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Cultura do Brasil e membro titular do Conselho Nacional de Cultura. Mobilizador e articulador político do projeto de lei Griô Nacional, é iniciado nos saberes de tradição oral através de vivências em diversas comunidades tradicionais do Brasil e esteve no Mali, África, onde foi iniciado na tradição Griô por famílias tradicionais griôs de aldeias da região. 

É pesquisador, contador de histórias e coordena em Lençóis, Bahia, o Projeto Grãos de Luz e Griô. É co-criador da Pedagogia Griô e coordenador do curso de extensão e do curso de pós graduação em Pedagogia Griô na USP (Universidade de São Paulo). Participou como palestrante e facilitador de oficinas de educação e cultura em Seminários e Congressos em países da América Latina (Bolívia, Peru e Colômbia) e Espanha.